Please use this identifier to cite or link to this item: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/1014
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorBraga, Tiago Emmanuel Nunes-
dc.date.accessioned2019-05-14T14:37:54Z-
dc.date.available2019-04-15-
dc.date.available2019-05-14T14:37:54Z-
dc.date.issued2018-11-12-
dc.identifier.citationBRAGA, Tiago Emmanuel Nunes. Modelo conceitual para gestão da informação tecnológica no Programa Brasileiro de Avaliação do Ciclo de Vida. 20 Mar 2019. Disponível em: <https://doi.org/10.13140/RG.2.2.13046.86080>. Acesso em: 10 abr 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://ridi.ibict.br/handle/123456789/1014-
dc.description.abstractThis research proposes an information management model to the Brazilian Life Cycle Assessment Programme (PBACV in Portuguese), coordinated by the Brazilian Institute for Information in Science and Technology from the Ministry of Science, Technology, Innovations and Communications. The Life Cycle Assessment (LCA) technique was introduced by the NBR ISO 14.040 and it is understood as Technological Information focused in sustainability field. The research was based in qualitative methods and adopted the constructivism approach. The methodological resources consist in documental analysis of the files and public registries of PBACV. The theoretical study regarding Technological Information in LCA was used to support the interview planning of the representatives of Global LCA Data Access Network, allowing the deep understanding of LCA management practices in different contexts and from distinct LCA information management matrix supported by the grounded theory. The LCA information management aims to allow representatives from productive sector access the newest tendencies related to innovation and sustainability researches, which is an important aspect of Information Science research field. It was possible to propose a LCA information model to the PBACV supported by theoretical categories, subcategories and properties, presented through an information conceptual map. The proposed model has information management aspects based in the governmental active participation and funding of PBACV.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Tiago Braga (tiagobraga@ibict.br) on 2019-04-10T17:00:35Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Tese_Tiago_Braga_final.pdf: 5742418 bytes, checksum: 9b2a53c9dc59c831fda2728c6fe8fa2f (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Priscilla Araujo (priscilla@ibict.br) on 2019-05-14T14:37:54Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Tese_Tiago_Braga_final.pdf: 5742418 bytes, checksum: 9b2a53c9dc59c831fda2728c6fe8fa2f (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-05-14T14:37:54Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Tese_Tiago_Braga_final.pdf: 5742418 bytes, checksum: 9b2a53c9dc59c831fda2728c6fe8fa2f (MD5) Previous issue date: 2018-11-12en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade de Brasíliapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectInformação tecnológicapt_BR
dc.subjectAvaliação do ciclo de vidapt_BR
dc.subjectGestão da informaçãopt_BR
dc.titleModelo conceitual para gestão da informação tecnológica no Programa Brasileiro de Avaliação do Ciclo de Vidapt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8376134230259399pt_BR
dc.contributor.advisor1Simeão, Elmira Luzia Melo Soares-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7033301273963724pt_BR
dc.contributor.referee1Valero, Pablo Parra-
dc.contributor.referee2Freire, Fausto Miguel Cereja Seixas-
dc.contributor.referee3Alvares, Lillian Maria Araújo de Rezende-
dc.contributor.referee4Oliveira, Cecilia Leite-
dc.description.resumoO estudo propõe um modelo conceitual para gestão da informação tecnológica (IT) no contexto do Programa Brasileiro de Avaliação do Ciclo de Vida (PBACV), coordenado pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. A Avaliação do Ciclo de Vida (ACV), técnica introduzida pela NBR ISO 14.040, pode ser entendida como um tipo de IT focada para a área de sustentabilidade. A investigação foi conduzida a partir de métodos qualitativos, de concepção construtivista. Como recurso metodológico, utilizou-se análise documental realizada nos arquivos publicados pelo Programa Brasileiro de Avaliação do Ciclo de Vida. Os estudos teóricos sobre informação tecnológica em ACV fundamentaram o planejamento e análise de entrevistas junto a representantes da Rede Global de Acesso a Dados de ACV, composta de 14 países, possibilitando o aprofundamento nas práticas de ACV em diferentes culturas e matrizes, quando foi utilizada a Teoria Fundamentada para proposição de um modelo para gestão da informação. A gestão da Informação em ACV tem a função de permitir que integrantes do governo, setor produtivo e academia possam estar alinhados com os avanços obtidos em pesquisas sobre sustentabilidade e inovação, tema atual e importante para a Ciência da Informação e áreas afins. Ao final do estudo foi possível elaborar um modelo conceitual para gestão da informação tecnológica no Programa Brasileiro de Avaliação do Ciclo de Vida com um arranjo formado por categorias teóricas, subcategorias e propriedades, definidas em um mapa conceitual da informação para ACV. O modelo proposto reúne aspectos relativos à promoção da informação a partir da participação ativa do governo brasileiro na gestão e financiamento do PBACV.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Ciência da Informaçãopt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciência da Informaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUnBpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAOpt_BR
dc.relation.referencesABCV, Associação Brasileira de Ciclo de Vida. Quem Somos | ABCV - Associação Brasileira de Ciclo de Vida. Disponível em: <http://www.abcvbrasil.org.br/?p=texto.php&c=quem_somos#>. Acesso em: 15 jan 2017. ABNT, Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR ISO 14020. Rótulos e declarações ambientais - Princípios Gerais. . [S.l.]: ABNT. Disponível em: <http://www.abntcatalogo.com.br/norma.aspx?ID=2658>. , 2002 ABNT, Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR ISO 14040:2009 Versão Corrigida:2014 | Gestão ambiental - Avaliação do ciclo de vida - Princípios e estrutura. . [S.l: s.n.]. , 2014 AGUIAR, Afranio Carvalho. Coordenação de uma rede nacional de informação em ciência e tecnologia: um plano prioritário do Ibict. 1980. Disponível em: <http://ridi.ibict.br/handle/123456789/375>. Acesso em: 2 mar 2017. AGUIAR, Afranio Carvalho. Informação e atividades de desenvolvimento científico, tecnológico e industrial: tipologia proposta com base em análise funcional. Ciência da Informação, v. 20, n. 1, 1991. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/409>. ALVARES, LMA de R. Estudo preliminar da oferta e demanda de informação tecnológica no Brasil para a projeção de política para o setor. Estudo preliminar da oferta e demanda de informação tecnológica no Brasil para a projeção de política para o setor, 1997. BARBOSA, Ricardo Rodrigues. Gestão da informação e do conhecimento: origens, polêmicas e perspectivas. Informação & Informação, v. 13, n. 1esp, p. 1–25, 15 Dez 2008. BARCLAY, Rebecca O. e MURRAY, Philip C. What is knowledge management. Knowledge praxis, v. 19, 1997. BARROSO, Antonio Carlos de Oliveira e GOMES, Elisabeth Braz Pereira. Tentando entender a gestão do conhecimento. Revista de Administração Pública, v. 33, n. 2, p. 147–170, 20 Mar 1999. BEARMAN, Toni Carbo. National information policy: An insiders view. Library Trends, v. 35, n. 1, p. 105–118, 1986. BENKLER, Yochai. The wealth of networks: How social production transforms markets and freedom. [S.l.]: Yale University Press, 2006. BESSI, Nayara Cristini. Informação tecnológica: mapeando documentos de patentes e organizações atuantes no desenvolvimento de instrumentação agropecuária. BONI, Valdete e QUARESMA, Sílvia Jurema. Aprendendo a entrevistar: como fazer entrevistas em ciências sociais. Em Tese, v. 2, n. 1, p. 68–80, 1 Jan 2005. BORGES, Mônica Erichsen Nassif e CAMPELLO, Bernadete dos Santos. A organização da informação para negócios no Brasil. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 2, n. 2, 20 Nov 2007. Disponível em: <http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/5>. Acesso em: 3 set 2018. BORGHI, Adriana Del. LCA and communication: Environmental Product Declaration. The International Journal of Life Cycle Assessment, v. 18, n. 2, p. 293–295, 1 Fev 2013. BRAGA, Tiago Emmanuel Nunes e SIMEÃO, Elmira. A conceituação de informação tecnológica como elemento de discussão de diretrizes para o Programa Brasileiro de Avaliação do Ciclo de Vida. In: XVII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 20 Nov 2016, [S.l: s.n.], 20 Nov 2016. Disponível em: <http://www.ufpb.br/evento/lti/ocs/index.php/enancib2016/enancib2016/paper/view/4114>. Acesso em: 28 nov 2016. CAFÉ, Lígia e BRÄSCHER, Marisa. Organização da Informação e Bibliometria. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e Ciência da Informação, n. Esp, 2008. Disponível em: <http://www.redalyc.org/resumen.oa?id=14709806>. Acesso em: 2 abr 2018.CARDOSO, Mário. Ações da Indústria em ACV. . Brasília: [s.n.]. Disponível em: <http://acv.ibict.br/wp-content/uploads/2016/03/Modulo-04.2_Seminario-PBACV_CNI-1.pdf>. Acesso em: 2 mar 2017. , 9 Nov 2015 CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. Tradução Roneide Venancio Majer. 2. ed. [S.l.]: Paz e Terra, 1999. v. 1. CATE, Fred. The First Amendment and the International “Free Flow” of Information. 30 Virginia Journal of International Law 371 (1990), 1 Jan 1990. Disponível em: <http://www.repository.law.indiana.edu/facpub/755>. CENDÓN, Beatriz Valadares. Bases de dados de informação para negócios. Ciência da Informação, v. 31, n. 2, 2002. CHARMAZ, Kathy. Constructing grounded theory: A practical guide through qualitative analysis. [S.l.]: Sage, 2006. CHERUBINI, Edivan e RIBEIRO, Paulo Trigo. Diálogos Setoriais Brasil e União Europeia : desafios e soluções para o fortalecimento da ACV no Brasil — ACV - Avaliação do Ciclo da Vida. 1. ed. Brasília: IBICT, 2015. Disponível em: <http://acv.ibict.br/comunidade/publicacoes/dialogos-setoriais-brasil-e-uniao-europeia-desafios-e-solucoes-para-o-fortalecimento-da-acv-no-brasil>. Acesso em: 9 out 2015. CHEVALIER, Michel. Lettres sur l’Amérique du Nord. Paris: C. Gosselin et cie, 1837. v. 2. Disponível em: <https://ia800402.us.archive.org/8/items/bub_gb_IrZM_vNRn1cC/bub_gb_IrZM_vNRn1cC.pdf>. CHIUMENTO, Giovanna. Priorização de processos elementares e adaptação de bases de dados de inventários do ciclo de vida (ICVs). 2016. Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2016. CONMETRO. Resolução no 03, de 22 de Abril de 2010. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <http://www.inmetro.gov.br/legislacao/resc/pdf/RESC000234.pdf>. Acesso em: 27 abr 2016a. , 2010 CONMETRO. Resolução no 04, de 15 de dezembro de 2010. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <http://www.inmetro.gov.br/legislacao/resc/pdf/RESC000236.pdf>. Acesso em: 29 abr 2016b. , 2010 CONMETRO, Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial. Resolução no 01, de 6 de abril de 2011. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <http://acv.ibict.br/wp-content/uploads/2016/05/Resolucao_PBACV3.pdf>. Acesso em: 24 jan 2017. , 4 Jun 2011 CONMETRO, Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial. Resolução no 01, de 16 de maio 2012. . [S.l.]: CONMETRO. Disponível em: <http://acv.ibict.br/wp-content/uploads/2016/05/Resolucao_PBACV4.pdf>. , 16 Maio 2012 CONMETRO, Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial. Resolução no 05, de 22 de dezembro de 2016. . [S.l.]: CONMETRO. , 22 Dez 2016a CONMETRO, Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial. Resolução no 06, de 22 de dezembro de 2016. . [S.l.]: CONMETRO. Disponível em: <http://www.inmetro.gov.br/legislacao/resc/pdf/RESC000256.pdf>. , 22 Dez 2016b CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3. ed. [S.l.]: Artmed, 2010. CROS, Christine e FOURDRIN, Edouard e RÉTHORÉ, Olivier. The French initiative on environmental information of mass market products. The International Journal of Life Cycle Assessment, v. 15, n. 6, p. 537–539, 1 Jul 2010. DAVENPORT, Thomas H. e BEERS, Michael C. Managing information about processes. Journal of Management Information Systems, v. 12, n. 1, p. 57–80, 1995. DOTY, Philip. Federal Information Policy INF 390.1. . [S.l.]: University of Texas at Austin. Disponível em: <https://www.ischool.utexas.edu/~i390n1pd/390_1_syllabus_FA_2003.doc>. Acesso em: 22 fev 2017. , 2003EDQUIST, Charles. Systems of Innovation: Technologies, Institutions and Organizations. [S.l: s.n.], 1997. Disponível em: <http://charlesedquist.com/books/systems-of-innovation-technologies-institutions-and-organizations/>. Acesso em: 4 dez 2015. EISENBEIS, Kathleen. U.S. Government Information Policy. Journal of Education for Library and Information Science, v. 29, n. 2, p. 92–98, 1988. EUROPEAN COMMISSION. Synthesis of the stakeholder consultation Delivering more Sustainable Consumption and Production. Técnico, no 2012–062. Bélgica: Comissão Europeia, 2012. Disponível em: <http://ec.europa.eu/environment/archives/eussd/pdf/results_consultation.pdf>. Acesso em: 18 out 2018. FERREIRA e GUIMARÃES e CONTADOR. Patente como instrumento competitivo e como fonte de informação tecnológica. 2009. FERREIRA, José Rincon. O papel da informação tecnológica: as redes de informação. Ciência da Informação, v. 20, n. 2, 30 Ago 1991. Disponível em: <http://revista.ibict.br/cienciadainformacao/index.php/ciinf/article/view/1302>. GLAD, Global LCA Data Access. Call for expression of interest for LCA database owners willing to become a node of the Global LCA Data Access (GLAD) Network. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <https://drive.google.com/file/d/0BzcvUguOkmv4S0tCSllsdW9FZXM/view?usp=sharing>. Acesso em: 2 jul 2017. , Set 2016 GLAD, Global LCA Data Access. Next steps GLAD platform development. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <https://drive.google.com/file/d/0BzcvUguOkmv4RlFTcGlSMUFaZEE/view?usp=sharing>. Acesso em: 2 jul 2017. , 2017 GOEDKOOP, Mark. GLAD Is Great: About the Global LCA Access to Data Initiative. Disponível em: <https://www.pre-sustainability.com/about-the-global-lac-access-to-data-initiative-sustainable-data-alignment>. Acesso em: 6 fev 2017. GOVERNO FEDERAL. LEI No 13.243/2016. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2016/lei/l13243.htm>. Acesso em: 19 jun 2017. , 11 Jan 2016 GOVERNO FEDERAL, Brasil. Barreiras Comerciais. Disponível em: <http://www.mdic.gov.br/index.php/comercio-exterior/negociacoes-internacionais/803-barreiras-comerciais>. Acesso em: 7 out 2017. GUBA, Egon G. The paradigm dialog. [S.l.]: Sage publications, 1990. HISCHIER, Roland. Capacity Building in Life Cycle Inventory Database development in BRASIL. Final, no 6. [S.l.]: Technology and Society Laboratory - SECO, 24 Maio 2007. Disponível em: <http://www.ekosbrasil.org/media/file/Doc006_Final-Report_v1.0.pdf>. Acesso em: 15 jan 2017. IBICT. Atuação - Ibict. Página. Disponível em: <http://ibict.br/sobre-o-ibict/apresentacao>. Acesso em: 11 dez 2015a. IBICT, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. ACV - Ibict | Avaliação do Ciclo de Vida. governamental. Disponível em: <http://acv.ibict.br/>. Acesso em: 27 jan 2017a. IBICT, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. Banco Nacional de Inventários do Ciclo de Vida (SICV Brasil). . Brasília: [s.n.]. Disponível em: <http://acv.ibict.br/wp-content/uploads/2017/01/SeminarioPBACV.pdf>. Acesso em: 2 fev 2017b. , 9 Nov 2015 IBICT, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. Desenvolvimento sustentável e avaliação do ciclo de vida. . [S.l.]: IBICT. Disponível em: <http://acv.ibict.br/wp-content/uploads/2016/03/CatilhaDesenvolvimentoSustent%C3%A1vel.pdf>. , 2014 IBICT, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. Guia QualiData: requisitos de qualidade de conjuntos de dados para o Banco Nacional de Inventários de Ciclo de Vida. Brasília: [s.n.], 2017b.IBICT, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. Missão — IBICT. Disponível em: <http://www.ibict.br/sobre-o-ibict/missao-1>. Acesso em: 30 jan 2017c. IFLA, Internationa Federation of Library Associations and Institutions. Access and Opportunity for All: How Libraries contribute to the United Nations 2030 Agenda. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <https://www.ifla.org/drupal/publications/node/10546>. Acesso em: 6 set 2017. , 2015 INMETRO, INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA. Portaria no 100, de 07 de março de 2016. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <http://www.inmetro.gov.br/legislacao/rtac/pdf/RTAC002391.pdf>. Acesso em: 11 jul 2016. , 2016 INOMATA, Danielly Oliveira e VARVAKIS RADOS, Gregorio Jean. The complexity of the flow of technological information and the interaction of the internal network in the subsidy to the development of biotech products. Biblios-Revista De Bibliotecologia Y Ciencias De La Informacion, n. 58, p. 1–16, 2015. INPI, Instituto Nacional da Propriedade Intelectual. Perguntas frequentes - Patente. Disponível em: <http://www.inpi.gov.br/servicos/perguntas-frequentes-paginas-internas/perguntas-frequentes-patente>. Acesso em: 11 jul 2016. JANNUZZI, Celeste Aída Sirotheau Corrêa e MONTALLI, Katia Maria Lemos. Informação tecnológica e para negócios no Brasil: introdução a uma discussão conceitual. Ciência da Informação, v. 28, n. 1, p. 28–36, Jan 1999. JUNIOR, Emilson Ferreira Garcia e MEDEIROS, Shara e AUGUSTA, Camila. Análise documental: uma metodologia da pesquisa para a Ciência da Informação. Temática, v. 13, n. 7, 2017. KROPOTKIN, P. Fields, factories, and workshops; or, Industry combined with agriculture and brain work with manual work. [S.l.]: New York : Putnam, 1909. Disponível em: <http://archive.org/details/fieldsfactoriesw00kroprich>. Acesso em: 16 fev 2017. LARA, Marilda Lopes Ginez De e CONTI, Vivaldo Luiz. Disseminação da informação e usuários. São Paulo em Perspectiva, v. 17, n. 3–4, p. 26–34, Dez 2003. LARIVOIR, Laura do Carmo Baumgratz de Paula e BASTOS, Pedro Kopschitz Xavier. Impacto ambiental dos edifícios - Cenários França e Brasil. p. 887–896, 2016. LATOUR, Bruno e HERMANT, Émilie. Esas redes que la razón ignora: laboratorios, bibliotecas, colecciones. Retos de la postmodernidad, p. 161–183, 1999. LCI, Life Cycle Initiative. About the Life Cycle Initiative – Life Cycle Initiative. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <http://www.lifecycleinitiative.org/about/about-lci/>. Acesso em: 25 jan 2017. , 2012 LIMA, A. M. F. Avaliação do Ciclo de Vida no Brasil: inserção e perspectivas. Universidade Federal da Bahia. Escola Politécnica. Salvador, p. 116, 2007. LOPES, Hálisson Rodrigo. O direito de informação do consumidor. Âmbito Jurídico, n. 92, 1 Set 2011. Disponível em: <http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=10339>. Acesso em: 4 fev 2017. MARCHIORI, Patricia Zeni. A ciência e a gestão da informação: compatibilidades no espaço profissional. Ciência da Informação, v. 31, n. 2, 2002. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/962>. Acesso em: 3 maio 2017. MATTELART, Armand. História da sociedade da informação. [S.l.]: Loyola, 2002. MILLER, Katia Broeto e colab. The State of the Art of LCA in the PCCI context in Brazil. sustainability metrics, p. 223, 2013. MIRANDA, Antonio e SIMEÃO, Elmira. Transferência de informação e transferência de tecnologia no modelo de Comunicação Extensiva : a Babel.com. Artigo / Article. Disponível em: <http://repositorio.unb.br/handle/10482/645>. Acesso em: 28 jun 2016.MIRANDA, Antonio e SIMEÃO, Elmira. Uma proposta conceitual para a massa documental considerando o ciclo de interação entre tecnologia e o registro do conhecimento. 2003. Disponível em: <http://repositorio.unb.br/handle/10482/907>. Acesso em: 18 abr 2018. MONTALLI, Katia Maria Lemos e CAMPELLO, Bernadette dos Santos. Fontes de informação sobre companhias e produtos industriais:uma revisão de literatura. Ciência da Informação, v. 26, n. 3, 17 Dez 1997. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/773>. MOURA, Adriana Maria Magalhães De. As Compras públicas sustentáveis e sua evolução no Brasil. http://www.ipea.gov.br, 2013. Disponível em: <http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/5584>. Acesso em: 3 fev 2017. NELSON, Theodore. Xanadu Australia. Disponível em: <http://xanadu.com.au/>. Acesso em: 2 mar 2017. OCEAN TOMO. Annual Study of Intangible Asset Market Value from Ocean Tomo, LLC. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <http://www.oceantomo.com/2015/03/04/2015-intangible-asset-market-value-study/>. Acesso em: 6 set 2017. , 2015 OMC, Organização Mundial do Comércio. Agreement on Technical Barriers to Trade. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <https://www.wto.org/english/docs_e/legal_e/17-tbt_e.htm>. Acesso em: 7 out 2017. , 1994 ONU, United Nations. Transforming our World: The 2030 Agenda for Sustainable Development. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <https://sustainabledevelopment.un.org/post2015/transformingourworld/publication>. Acesso em: 6 set 2017. , 2015 PBACV. Ata da 2a reunião do comitê gestor do PBACV. . [S.l.]: PBACV. Disponível em: <http://acv.ibict.br/wp-content/uploads/2016/05/Ata_2RO-CG-PBACV_23_11_2011.pdf>. , 23 Nov 2011a PBACV. Ata da 3a reunião do comitê gestor do PBACV. . [S.l.]: PBACV. Disponível em: <http://acv.ibict.br/wp-content/uploads/2016/05/Ata_3RO-CG-PBACV_23_05_2012.pdf>. , 23 Maio 2012a PBACV. Ata da 4a reunião do comitê gestor do PBACV. . [S.l.]: PBACV. Disponível em: <http://acv.ibict.br/wp-content/uploads/2016/05/Ata_4RO-CG-PBACV_10.10.2012.pdf>. , 10 Out 2012b PBACV. Ata da 5a reunião do comitê gestor do PBACV. . [S.l.]: PBACV. Disponível em: <http://acv.ibict.br/wp-content/uploads/2016/05/Ata5ROCGPBACV_VF_aprovada-06072016_2.pdf>. , 8 Out 2015 PBACV. Ata da reunião de instalação do comitê gestor do PBACV. . [S.l.]: Inmetro. Disponível em: <http://acv.ibict.br/wp-content/uploads/2016/05/Ata_1RO-CG-PBACV_12_08_2011.pdf>. , 12 Ago 2011b PBACV, Programa Brasileiro de Avaliação do Ciclo de Vida. REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ GESTOR E DAS COMISSÕES DO PROGRAMA BRASILEIRO DE AVALIAÇÃO DE CICLO DE VIDA (PBACV). . [S.l: s.n.]. . Acesso em: 19 jan 2017. , 2016 PICCHIAI, Djair. Estruturas organizacionais modelos. Universidade Federal de São Paulo, 2010. PINHEIRO, Lêna Vânia Ribeiro. PROCESSO EVOLUTIVO E TENDÊNCIAS CONTEPORÂNEAS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO. Informação & Sociedade: Estudos, v. 15, n. 1, 1 Jan 2005. Disponível em: <http://www.ies.ufpb.br/ojs/index.php/ies/article/view/51>. Acesso em: 3 jun 2015. PINHEIRO, Lena Vania Ribeiro e PEREIRA, Maria de Nazaré Freitas (Org.). O sonho de Otlet: aventura em tecnologia da informação e comunicação. [S.l: s.n.], 2000. Disponível em: <http://livroaberto.ibict.br/handle/1/436>. Acesso em: 20 fev 2017. POZZATTI, Valéria Rodrigues de Oliveira e colab. Mundaneum: o trabalho visionário de Paul Otlet e Henri La Fontaine Mundaneum: the Paul Otlet and Henry La Fontaine work viosionary. Revista ACB, v. 19, n. 2, p. 202–209, 9 Set 2014.PREUSSLER, Maria Fernanda e colab. Rotulagem ambiental: um estudo sobre a NBR 14020. XIII SIMPEP, p. 9, 2006. RAMOS, Hélia Chaves e CARVALHO, Fernanda e CUNHA, Murilo Bastos Da. Assessment of the use of Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas: an information service destined to the Brazilian microenterprises. Ciência da Informação, v. 35, n. 3, p. 255–269, Dez 2006. RAMOS, Lúcia Veronica Costa e FUJINO, Asa. Redes de informação científica e os desafios para popularização da ciência: estudo de caso na Rede SIEO - Sistema de Informação Especializado na Área de Odontologia. Informação & Informação, v. 18, n. 1, p. 33–58, 26 Jun 2013. ROCKEFELLER, Nelson. Memorandum for the president: report on National Information Policy; Transfer of Privacy Committee Functions. . [S.l.]: US Government. Disponível em: <https://www.fordlibrarymuseum.gov/library/document/0047/phw19761004-01.pdf>. Acesso em: 17 fev 2017. , 14 Set 1976 ROZADOS, Helen Beatriz Frota. A informação científica e tecnológica e os serviços de informação. Informação & sociedade: estudos. João Pessoa. Vol. 16, n. 1 (jan./jun. 2006), p. 49-62, 2006. ROZADOS, Helen Beatriz Frota. Indicadores como ferramenta para gestão de serviços de informação tecnológica. 2004. 239 f. UFRG, Porto Alegre, 2004. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10183/5668>. SANTOS, P. X. A dimensão política da disseminação da informação através do uso intensivo das tecnologias de informação e comunicação: uma alternativa à noção de impacto tecnológico. DataGramaZero, v. 5, n. 4, p. A05, 2004. SANTOS, Paola. Paul Otlet: a pioneer of the organization of world nets dealing with dissemination of registered information. Ciência da Informação, v. 36, n. 2, p. 54–63, Ago 2007. SAPIRO, Arão. Inteligência empresarial: a revolução informacional da ação competitiva. Revista de Administração de Empresas, v. 33, n. 3, p. 106–124, 1993. SEO, Emilia Satoshi Miyamaru e KULAY, Luiz Alexandre. Avaliação do ciclo de vida: Ferramenta gerencial para tomada de decisão. InterfacEHS - Revista de Saúde, Meio Ambiente e Sustentabilidade, v. 1, n. 1, 2006. Disponível em: <http://www.revistas.sp.senac.br/index.php/ITF/article/view/421>. Acesso em: 14 jan 2017. SILVA, Diogo A. Lopes e MASONI, Paolo. Diálogos Setoriais Brasil e União Europeia: análise crítica das principais políticas de gestão, manutenção e uso de bancos de dados internacionais de inventários do ciclo de vida de produto. Brasília: IBICT, 2016. Disponível em: <http://acv.ibict.br/wp-content/uploads/2016/11/dados_ciclo_de_vida_finalissima.pdf>. Acesso em: 2 fev 2017. SILVA, Luan Carlos Santos. Informação tecnológica: identificando tecnologias, vantagens e aplicações através do banco nacional e internacional de patentes. 2013. SOUZA, Cristina Gomes De e BARBASTEFANO, Rafael Garcia e TEIXEIRA, Renata Cristina. Life cycle assessment research in Brazil: characteristics, interdiciplinarity, and applications. The International Journal of Life Cycle Assessment, v. 22, n. 2, p. 266–276, 1 Fev 2017. STRAUSS, Anselm L. e CORBIN, Juliet. Pesquisa qualitativa: técnicas e procedimentos para o desenvolvimento de Teoria Fundamentada. [S.l.]: Artmed, 2008. SVEIBY, Karl-Erik. Methods for Measuring Intangible Assets. 2010. Disponível em: <https://www.sveiby.com/article/Methods-for-Measuring-Intangible-Assets>. Acesso em: 7 set 2017. THIERMANN, Ute Barbara. Life Cycle Assessment (LCA) as an important tool for sustainable development in modern business and policy approaches and how its implementation is progressing in Brazil. 2012. 63 f. Catholic University of Eichstätt-Ingolstadt, Eichstätt-Ingolstadt, 2012.TOMAÉL, Maria Inês. Redes de conhecimento: o compartilhamento da informação e do conhecimento em consórcio de exportação do setor moveleiro. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, v. 1, n. 2, 2007. Disponível em: <http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/pbcib/article/view/8446>. Acesso em: 21 jun 2015. TOMAEL, Maria Inês. Redes de informação: o ponto de contato dos serviços e unidades de informação no Brasil. Informação & Informação, v. 10, n. 1–2, p. 5–30, 2005. UNEP, United Nations Environment Programme. 4th Meeting of the International Forum on Life Cycle Assessment (LCA) Cooperation Including the Operationalisation of the Global Network of Interoperable LCA Databases. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <https://drive.google.com/file/d/0BzcvUguOkmv4N0kzN0FPQ0JjZFU/view?usp=sharing>. Acesso em: 2 maio 2017. , Set 2015 UNEP, United Nations Environment Programme. ABC do CPS. [S.l: s.n.], 2012. Disponível em: <http://www.scpclearinghouse.org/sites/default/files/10yfp-abc_of_scp-pt.pdf>. UNEP, United Nations Environment Programme. Global Guidance Principles for Life Cycle Assessment Databases. Shonan, Japão: United Nations Environment Programme, 2011. UNEP, United Nations Environment Programme. Life cycle assessment: What it is and how to do it. 1. ed. Paris: UNEP, 1996. UNESCO, United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization. The small and medium industrial enterprises and technological information services: concepts, insights and experiences. . [S.l: s.n.]. Disponível em: <http://unesdoc.unesco.org/images/0004/000460/046079EB.pdf>. Acesso em: 9 jul 2016. , 1981 VALENTIM, Marta. Gestão, mediação e uso da informação. 2010. Disponível em: <http://books.scielo.org/id/j4gkh>. Acesso em: 7 nov 2016. VIGON, Bruce e colab. Review of LCA datasets in three emerging economies: a summary of learnings. The International Journal of Life Cycle Assessment, p. 1–8, 4 Set 2016. WIENER, Norbert. Cybernetics Or Communication And Control In The Animal And The Machine Norbert Wiener. [S.l: s.n.], 1948. Disponível em: <http://archive.org/details/CyberneticsOrCommunicationAndControlInTheAnimalAndTheMachineNorbertWiener>. Acesso em: 16 fev 2017.pt_BR
dc.identifier.doihttps://www.doi.org/10.13140/RG.2.2.13046.86080pt_BR
Appears in Collections:Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_Tiago_Braga_final.pdf5,61 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons