Please use this identifier to cite or link to this item: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/862
metadata.dc.type: Dissertação
Title: As relações entre informação, linguagem e símbolo: a filosofia da Ciência da Informação entre a realidade e idealidade
metadata.dc.creator: Silva, Giovani Miguez da
metadata.dc.contributor.advisor1: Saldanha, Gustavo Silva
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Santos, Antônio Tadeu Cheriff dos
metadata.dc.contributor.referee1: Pinheiro, Lena Vania Ribeiro
metadata.dc.contributor.referee2: Wilke, Valéria Cristina Lopes
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação aborda, a partir de uma reflexão filosófica, as relações entre os conceitos de informação, linguagem e símbolo. A pesquisa procurou compreender as margens de aproximação destes conceitos a partir de uma perspectiva que objetiva antever a Ciência da Informação como uma episteme entre a realidade e a idealidade. No desenvolvimento do trabalho buscou-se, por meio de uma hermenêutica aplicada em três abordagens distintas, advindas do pensamento de Ernst Cassirer, Xavier Zubiri e Rafael Capurro, testar duas hipóteses básicas: (1) se a Ciência da Informação pode ser considerada uma Ciência Hermenêutica enquanto subdisciplina da Retórica (tradicional hipótese capurriana) e (2) se a Filosofia da Ciência da Informação pode ser considerada uma Antropologia Filosófica. Para isto, o estudo revisou os aspectos gerais do conceito de informação, estabeleceu-se algumas relações conceituais entre informação, linguagem e símbolo, percorreu os paradigmas epistemológicos (fisicalista, cognitivista e social) e filosóficos (representacionista, emissor-canal-receptor e platônico) identificados por Rafael Capurro, e, discutiu os conceitos centrais da “filosofia das formas simbólicas”, de Ernest Cassirer e da “filosofia da inteligência e da realidade”, de Xavier Zubiri. Ao revisar os conceitos de Cassirer e Zubiri, a reflexão relacionou as possíveis aproximações conceituais para confirmar as hipóteses. O trabalho apresentou como conclusão o argumento de que o paradigma social favorece tanto o desdobramento da Ciência da Informação em uma ciência hermenêutica e da Filosofia da Ciência da Informação em uma antropologia filosófica. Entendeu-se que, num aspecto filosófico, a Ciência da Informação, enquanto ciência hermenêutico-retórica, por um lado se aproxima de Cassirer numa abordagem representacionista, e, por outro, de Zubiri, numa abordagem platônica. O estudo ainda sugeriu algumas direções futuras a serem exploradas: o desenvolvimento de estudos sobre (a) informação e simbólica e (b) a investigação de uma ética informacional a partir de uma antropologia filosófica.
Abstract: This dissertation addresses, from a philosophical reflection, the relationship between the concepts of information, language and symbol. The research sought to understand the approaching margins of these concepts from a perspective that aimed to predict the Information Science as an episteme between reality and ideality. In the development of this work, it was sought to test, through a hermeneutics applied to three distinct approaches, arising from the thought of Ernst Cassirer, Xavier Zubiri and Rafael Capurro, two basic hypotheses: (1) if the Information Science can be considered a Hermeneutics Science as sub-discipline of Rhetoric (traditional capurrian hypothesis) and (2) if the Information Science Philosophy can be considered a Philosophical Anthropology. For this, the study reviewed the general aspects of the information concept, established some conceptual relationships between information, language and symbol, toured the epistemological paradigms (physicalist, cognitive and social) and philosophical (representationist, emitter-channel-receiver and platonic) identified by Rafael Capurro, and discussed the core concepts of "philosophy of symbolic forms", from Ernest Cassirer, and the "philosophy of intelligence and reality," from Xavier Zubiri. When reviewing the concepts of Cassirer and Zubiri, the reflection aimed to relate the possible conceptual approaches that confirmed the hypotheses. The work presented as a conclusion the argument that the social paradigm favors both the deployment of the Information Science as a hermeneutic science and the Information Science Philosophy as a philosophical anthropology. It was considered, therefore, that in a philosophical aspect, the Information Science, as a hermeneutic-rhetorical science, on the one hand, gets closer to Cassirer in a representationist approach; on the other hand, to Zubiri, in a platonic approach. The study also suggested some future directions to be explored: the development of studies about information and symbolic and the research of an informational ethics from a philosophical anthropology.
Keywords: Ciência da Informação
Filosofia da Ciência da Informação
Informação
Linguagem
Símbolo
Information Science
Philosophy of Information Science
Information
Language
Symbol
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia/Universidade Federal do Rio de Janeiro
metadata.dc.publisher.initials: IBICT/UFRJ
metadata.dc.publisher.department: Escola de Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/862
Issue Date: 30-Mar-2016
Appears in Collections:Teses e Dissertações do PPGCI IBICT-UFRJ



This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons