Please use this identifier to cite or link to this item: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/789
metadata.dc.type: Tese
Title: Inovação e geração de conhecimento nas redes de cooperação: desafios para a regulação na área de segurança nuclear no Brasil
metadata.dc.creator: Staude, Fabio
metadata.dc.contributor.advisor1: Issberner, Liz-Rejane
metadata.dc.contributor.referee1: González de Gómez, Maria Nélida
metadata.dc.contributor.referee2: Maciel, Maria Lucia Álvares
metadata.dc.contributor.referee3: Tigre, Paulo Bastos
metadata.dc.contributor.referee4: Almeida, Ivan Pedro Salati de
metadata.dc.description.resumo: A importância da cooperação interorganizacional dentro do processo de inovação tem sido cada vez mais reconhecida. De fato, todas as organizações, em algum momento, precisam considerar fontes externas de recursos como insumos para o processo de construção de competência tecnológica. Nesse sentido, através de um estudo de caso detalhado, esta tese analisa teórica e empiricamente como iniciativas colaborativas têm apoiado o órgão regulador nuclear brasileiro no desenvolvimento e implementação de inovações, a fim de verificar a relação positiva entre a colaboração e o desempenho inovativo organizacional. Ressaltando a importância tanto de fontes internas de conhecimento como da participação externa, o presente estudo envolveu a análise de documentos, levantamento preliminar de dados e entrevistas semiestruturadas com técnicos do órgão regulador responsável pela inspeção e controle de instalações e atividades associadas à utilização de fontes de radiação nas áreas médica, industrial e de pesquisa. A tese demonstra que as inovações desenvolvidas e implementadas na área de proteção radiológica e segurança nuclear brasileira estão associadas a iniciativas colaborativas voltadas ao aprimoramento da capacidade organizacional para cumprir suas obrigações de segurança, fornecendo algumas implicações significativas para os gestores envolvidos com a gestão da inovação. Os resultados também identificaram atores com um grau significativo de influência no processo de inovação. O estudo revela que o apoio prestado por esses atores tem uma forte influência sobre o desempenho inovativo do órgão regulador nuclear brasileiro, o que sugere que o Brasil deve adotar modelos mais interativos de inovação e transferência de conhecimento. Além disso, os resultados da pesquisa demonstram que esses atores-chave podem ter um papel relevante no contexto dos regimes de informação vigentes em sistemas setoriais de inovação.
Abstract: The importance of inter-organisational cooperation within the innovation process has been increasingly recognized. In fact, all organisations, at some point, need to look to external sources for inputs to the process of building up technological competence. In this sense, through a detailed case study, this thesis examine theoretical and empirically how collaborative initiatives have supported the Brazilian nuclear regulatory body in the development and implementation of innovations, in order to verify the positive relationship between the collaboration and the organisational innovation performance. Emphasizing the importance of both internal sources of knowledge and external participation, the study encompasses documentary analysis, a preliminary survey and semi-structured interviews with the regulatory body employers in charge of controlling medical and research facilities and activities involving radiation sources. The thesis demonstrates that innovations developed and implemented in the Brazilian nuclear safety and security area are associated with collaborative initiatives, in order to improve the organizational capability to fulfill safety obligations, providing some important implications for regulatory body managers concerned with the management of innovation. The findings also identified actors with a significant degree of influence in the innovation process. The result reveals that the support provided by these actors has a significant influence on the innovation performance of the Brazilian nuclear regulatory body, suggesting that Brazil should adopt more interactive models of innovation and knowledge transfer. In addition, the findings show that these key actors can play a very distinctive role in the context of sectoral systems of innovation information regime.
Keywords: Inovação
Transferência de conhecimento
Redes de cooperação
Intermediários
Innovation
Knowledge transfer
Collaborative networks
Intermediaries
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro / Insitituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia
metadata.dc.publisher.initials: UFRJ/ECO - IBICT
metadata.dc.publisher.department: Ciência da Informação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/789
Issue Date: 5-Jun-2014
Appears in Collections:Teses e Dissertações do PPGCI IBICT-UFRJ

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Fábio Staude 30_07_2014 versão final.pdf1,28 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons