Please use this identifier to cite or link to this item: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/1053
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Os cientistas e a ciência cidadã: um estudo exploratório sobre a visão dos pesquisadores profissionais na experiência brasileira
metadata.dc.creator: Rocha, Luana Mendonça Pinto
metadata.dc.contributor.advisor1: Albagli, Sarita
metadata.dc.contributor.referee1: Fornazin, Marcelo
metadata.dc.contributor.referee2: Velho, Lea Maria Leme Strini
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho apresenta os resultados de um estudo exploratório sobre a percepção de cientistas profissionais brasileiros envolvidos em iniciativas de ciência cidadã a respeito dessa abordagem, suas possibilidades e seus limites, particularmente de que forma e com que protocolos as contribuições de não cientistas são usadas nessas iniciativas. Trabalhou-se com uma amostra de 18 pesquisadores doutores vinculados a instituições brasileiras de ensino e/ou pesquisa, selecionados a partir de um levantamento feito na base de dados curriculares da Plataforma Lattes do CNPq, para os quais foi enviado um questionário com perguntas abertas, de múltipla escolha e Escala Likert, abrangendo concepções, práticas e usos da ciência cidadã. A análise das respostas permitiu uma compreensão inicial da visão destes cientistas sobre ciência cidadã, além da caracterização dos respondentes e das iniciativas em que atuam, e a identificação das ferramentas e dos protocolos adotados, dos usos dos dados produzidos e de questões relativas à autoria. Os resultados indicam que os cientistas profissionais têm uma visão mais “pragmática” e educacional da ciência cidadã, adotando protocolos e estratégias que focam a coleta de dados por não cientistas – por meio principalmente de plataformas digitais (como sites e aplicativos de celular) –, a garantia da confiabilidade destes dados e seu uso na publicação de estudos científicos. Há também a percepção de que a ciência cidadã permite a democratização do acesso à ciência, embora, na prática, ainda que sejam adotadas plataformas de acesso aberto em boa parte das iniciativas, isso não se concretize de maneira efetiva. Espera-se que este estudo contribua para uma melhor compreensão das práticas relativas à ciência cidadã no Brasil, por ser ainda um tema ainda pouco estudado no país.
Abstract: This work is the result of an exploratory study about Brazilian scientists’ perception regarding citizen science, its possibilities and limitations. In particular, it focuses on how to handle non-scientists’ contributions and what are the protocols used in such initiatives. The study is based on the perspectives of 18 Ph.D. researchers who work at teaching and/or research institutions in Brazil, who were selected by a preliminary inquiry in the data platform Lattes, from CNPq. Such researchers received a questionnaire with open-ended, multiple-choice, and Likert scale questions. The questions concerned conceptions, practices and uses of citizen science. By analyzing the answers, we reached a preliminary comprehension about these scientists’ perception of citizen science, and developed a profile of the scientists involved in this study, including the areas in which they work within the broader field of citizen science. This allowed us to identify the tools and protocols used in their initiatives, how the data generated is processed, and how they handle authorship issues. The results indicate that scientists tend to have a “pragmatic”, instructional view about citizen science, adopting protocols and strategies that focus on the gathering of data by non-scientists – especially through digital platforms (such as websites and apps). Professional scientists then process this data to guarantee its accuracy, so that it can be used in the publication of scientific studies. There is also a perception that citizen science allows for a more democratic access to science. Despite the fact that open platforms are used in most initiatives analyzed in this study, such democratization of science is not always effective. The aim of this study is to contribute to a better comprehension of the practices surrounding citizen science in Brazil, given the lack of studies about this issue.
Keywords: Ciência da Informação
Ciência cidadã
Ciência aberta
Educação científica
Engajamento público na ciência
Brasil
Citizen science
Open science
Science education
Public engagement with science
Brazil
Information Science
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia/Universidade Federal do Rio de Janeiro
metadata.dc.publisher.initials: IBICT/UFRJ
metadata.dc.publisher.department: ESCOLA DE COMUNICAÇÃO
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/1053
Issue Date: 2019
Appears in Collections:Teses e Dissertações do PPGCI IBICT-UFRJ

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao-final-LuanaRocha-Ciencia cidada e cientistas profissionais.pdf1,17 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.