Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/760
Tipo: Dissertação
Título: Informação, cultura e homeopatia: redes sociais e cuidado em saúde na comunidade do Morro dos Cabritos RJ
Autor(es): Campos, Gilda Zamith Ribeiro
Primeiro orientador: Marteleto, Regina Maria
Membro da banca: González de Gómez, Maria Nélida
Membro da banca: Luz, Madel Therezinha
Resumo: Sistematização de intervenção homeopática dirigida às crianças do Morro dos Cabritos, no Rio de Janeiro, e promovida pela Organização Não Governamental Homeopatia Ação pelo Semelhante (ONG HAPS). O estudo aborda aspecto inédito ao ampliar seu foco para a família da criança acompanhada pela homeopatia. Busca-se compreender como as informações circulam nas famílias e nas redes sociais de cuidado para a saúde dos filhos, a fim de entender o processo de construção e apropriação do conhecimento nesse contexto. O objetivo geral da pesquisa é estudar o potencial de intervenção social da racionalidade médica homeopática, enquanto prática informacional, no processo de ressignificação de valores, fortalecimento de autonomia e melhoria de qualidade de vida em famílias de uma comunidade em estado de vulnerabilidade socioeconômica. Diferentes abordagens metodológicas são adotadas: análise dos dados do IBGE (Censo-2000) e levantamento de estudos sobre a população do Morro dos Cabritos; análise documental na ONG HAPS; e aprofundamento das análises por meio de pesquisa qualitativa. Foram entrevistadas 14 responsáveis (11 mulheres que participaram de dois grupos focais, e três, que foram entrevistadas individualmente), que acompanharam o tratamento homeopático das crianças por um período mínimo de dois anos. Um terceiro grupo focal envolveu sete homeopatas da ONG HAPS, que participaram do atendimento por um período mínimo de três anos. As entrevistas foram desenvolvidas a partir de roteiros semi-estruturados, com conteúdos diferentes para os responsáveis e os médicos. Entre os resultados, destacam-se: superação do preconceito dos familiares em relação à homeopatia; ampliação de suas noções de saúde, doença, tratamento e cura; diminuição da segregação dos papeis conjugais no cuidado dos filhos; empoderamento dos responsáveis, que favorece a prevenção e a promoção da saúde; melhoria da qualidade de vida dos familiares em diferentes domínios (físico, psicológico, nível de independência, relações sociais, ambiente e crenças pessoais); valorização do responsável como participante do cuidado; aumento da consciência crítica dos responsáveis; fortalecimento de identidade tanto dos responsáveis quanto dos profissionais. Conclui-se que a intervenção homeopática nesta comunidade se mostrou bastante efetiva, porque respeita a visão cultural da população, acolhe os indivíduos como sujeitos, adota a visão integral da saúde, além de ser resolutiva para os problemas de saúde mais frequentes neste grupo. A conquista da saúde constitui um processo de emancipação cultural do sujeito/responsável, diante da percepção de que os valores dominantes da sociedade contemporânea dificultam o cuidado em saúde; e a informação em saúde, inserida numa visão de cuidado integral, parece facilitar a internalização/ compreensão da realidade, a apropriação de conhecimentos, e o empoderamento dos responsáveis para o cuidado das crianças. A maior circulação de informações entre médico-paciente/ responsável é favorecida, por: visão cultural mais abrangente sobre saúde, tanto dos profissionais, quanto dos usuários; arranjo comunicacional não-hierárquico; acolhimento humanizado; e tempo mais longo de consulta. Os elos de co-responsabilização, respeito e confiança, estabelecidos na relação médico-paciente/ responsável, potencializam o caráter educativo e emancipador da informação. A pesquisa levanta aspectos que parecem favorecer a implantação mais ampla da homeopatia no Sistema Único de Saúde, especialmente na Atenção Básica e na Estratégia Saúde da Família
Abstract: Systematization of a homeopathic intervention addressed to children living in the Morro dos Cabritos, Rio de Janeiro, and undertaken by the Non Governmental Organization Homeopatia Ação Pelo Semelhante (NGO-HAPS). The study deals with an unprecedented aspect, as it extends its focus on the family of children accompanied by the homeopathy; it aims at understanding how information circulates within the families and social networks concerning children s health care, in order to perceive the knowledge development process in this context. The research general purpose is studying the social intervention potential of homeopathic medical rationality , as an informational practice, in the processes of values re-signification, autonomy strengthening, and improvement in families quality of life, in a community under social-economic vulnerability. Different methodological procedures have been adopted: data analysis from IBGE (Census-2000); survey of studies on the population of Morro dos Cabritos; documentary analysis at the NGO-HAPS; and interviews analysis through qualitative research. Among those responsible for children ( responsibles ), fourteen were interviewed (11 women who participated in two focal groups, and three who were individually interviewed). These participants accompanied their children s homeopathic treatment for a period of at least two years. A third focal group involved seven homeopaths from the NGO-HAPS, who participated in the project for a minimum period of three years. Interviews were based on semi-structured questions with different contents for the responsibles and the doctors. Among the results, it may be highlighted: overcoming of family preconceptions concerning homeopathy; broadening of health, illness, treatment and cure concepts; reduction of segregation regarding the connubial roles in children s care; empowerment of those responsible for children, which favors prevention and health promotion; improvement in families quality of life in different domains (physical and psychological aspects, independence level, social relations, environmental conditions, and personal beliefs); valorization of the responsibles as participants in child s care; increase of critical consciousness; and strengthening of their own identity ( responsibles and professionals). In conclusion, the homeopathic intervention in this community has been quite effective, as it respects population s cultural vision, welcomes individuals as subjects, not as objects, adopts an integral health vision, in addition to being able to solve most frequent health problems in this group. Achieving health constitutes a process for reaching cultural emancipation of subjects/ responsibles , as they understand that the dominant values of contemporary society act as barriers to health care. Timely, health information, inserted in a vision of integral care, seems to foster internalization/awareness of social reality, knowledge development, and responsibles empowerment oriented to children s care.
Palavras-chave: Information
Culture
Homeopathy
Social networks
Health care
Informação
Cultura
Homeopatia
Redes Sociais
Cuidado em saúde
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro / Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia
Sigla da instituição: UFRJ/ECO - IBICT
Departamento: Ciência da Informação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação
Citação: CAMPOS, Gilda Zamith Ribeiro. Informação, cultura e homeopatia: redes sociais e cuidado em saúde na comunidade do Morro dos Cabritos RJ. 2012. 188 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro / Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Rio de Janeiro, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/760
Data do documento: 5-Mar-2012
Aparece nas coleções:Teses e Dissertações do PPGCI IBICT-UFRJ

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
campos2012.pdf1,15 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.