Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/673
Tipo: Tese
Título: Informação, poder e segurança pública: um estudo da UPP
Autor(es): Oliveira, Marcia Martins de
Primeiro orientador: Albagli, Sarita
Membro da banca: Maciel, Maria Lucia
Membro da banca: Silva, Gerardo Alberto
Membro da banca: Gestoso, José Ignacio Cano
Membro da banca: Cocco, Giuseppe
Resumo: Esta tese parte do suposto que a informação tem tido um papel relevante nas ações e políticas de segurança pública figurando, por um lado, como elemento de poder/controle do Estado, e, por outro, como fator de resistência/potência dos sujeitos. Supõe, ainda, que a informação do ponto de vista da cidadania representa a possibilidade de registrar e difundir outras formas de significação, fruto da perspectiva das comunidades. Desse modo, busca-se analisar as relações entre informação, poder e segurança pública tendo como objeto de estudo as dinâmicas informacionais que têm lugar em UPPs, no Rio de Janeiro, considerando não só o território no qual estão instaladas, mas os diversos espaços-tempo que a ela se referem. Para a consecução desse objetivo elegeu-se um tratamento metodológico composto por análise bibliográfica, levantamento de material na internet, entrevistas com moradores e pesquisadores, observação nas comunidades e análise do conteúdo de reportagens publicadas na grande mídia. O referencial teórico adotado contou com a produção de Foucault, Negri, Frohman, González de Gomes e Wersig, dentre outros. As UPPs do Morro Santa Marta e do Morro da Providência, por seus valores históricos, foram escolhidas como campo para essa pesquisa. Com esses recursos, buscou-se captar não só as posições hegemônicas como também as principais ações de informação de outros atores sobre o tema UPP. As múltiplas e heterogêneas visões identificadas nesse processo correspondem aos diferentes modos de perceber a realidade que se confrontam cotidianamente nas disputas pela produção e apropriação de significados/sentidos e, por isso, conferem ao campo estudado as características de um espaço agonístico, no qual os embates se materializam através de discursos que não só enunciam, mas também constituem a realidade. A análise das produções informacionais sinaliza que tem ocorrido uma alteração no papel da informação nas políticas de segurança pública, ao longo dos tempos, que não é fruto de concessões do Estado, mas resultado das lutas dos cidadãos pela apropriação dos novos meios informacionais que, por sua vez, viabilizam inovações nas relações entre políticas públicas e sociedade
Abstract: This thesis assumes that information has played an important role in the actions and policies of public safety ranks. Firstly, as an element of power / control of the state and, secondly, as a factor of resistance / power of the subject. It supposes further that information, from the point of view of citizenship, is the ability to record and disseminate other forms of signification, which result from the perspective of communities. Thus, it seeks to analyze the relationship among information, power and public safety, having as its object of study the informational dynamics that takes place atthe UPPs in Rio de Janeiro, considering not only the territory in which they are located, but the various space-time relationships to which they refer. In order to achieve this goal the methodology elected consists of literature review, collection of material from social networking sites such as Facebook and Youtube, interviews with residents and researchers, community observation and content analysis of articles published in the mainstream media. The theoretical approach involved the production of Foucault, Negri, Frohman, Gomes and Wersig González, among others. The UPPs Santa Marta and Morro da Providencia, for their historical values, have been chosen as the sites for this research. With these features, it has been sought to capture hegemonic positions as well as main information actions of other actors on the topic UPP . The multiple and heterogeneous visions identified in this process correspond to different ways of perceiving reality. These different ways face each other in daily disputes for the production and appropriation of meanings / senses and, therefore, give the field under analysis the characteristics of an agonistic space, in which clashes materialize through speeches that not only enunciate, but also constitute reality. The analysis of the informational productions signals that there has been a change in the role of information in public safety policies over time. However, these changes are not the result of grants from the state, but of the struggles of citizens for the appropriation of new informational means that, intheir turn, enable innovations in the relationships between public policies and society
Palavras-chave: Information
Power
Public safety
UPP
Informação
Poder
Segurança pública
UPP
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro / Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia
Sigla da instituição: UFRJ/ECO - IBICT
Departamento: Ciência da Informação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação
Citação: OLIVEIRA, Marcia Martins de. Informação, poder e segurança pública: um estudo da UPP. 2013. 244 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro / Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Rio de Janeiro, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/673
Data do documento: 1-Mar-2013
Aparece nas coleções:Teses e Dissertações do PPGCI IBICT-UFRJ

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
marciaoliveira2013.pdf2,23 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.