Please use this identifier to cite or link to this item: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/352
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorFigueiredo, Laura Maia de-
dc.date.accessioned2012-07-30T17:20:41Z-
dc.date.available2012-07-30T17:20:41Z-
dc.date.issued1973-
dc.identifier.citationCiência da Informação, v.2, n.1, 1973pt_BR
dc.identifier.issn1518-8353-
dc.identifier.urihttp://ridi.ibict.br/handle/123456789/352-
dc.description.abstractBibliometria — conjunto de leis que muito contri-buíram para estabelecer as bases teóricas da Ciência, da Informação — designa o tratamento quantitativo das propriedades e do comportamento da informação registrada. Entre estas leis, que constituem manifestações específicas e correlatas do fator Relevância, estão as que se referem ao es-tudo da dispersão da literatura, tais como as de Bradford e Zipf. utilizadas no presente estudo para demonstrar a distribuição da literatura geoló-gica brasileira, baseado na Bibliografia e Índice da Geologia no Brasil, 1960-1985 (BIGB). Considerando as relações entre a Ciência propria-mente dita e a respectiva literatura, é preciso ressaltar que no Brasil, apesar dos estudos pionei-ros do século 18, as bases educacionais e a regu-lamentação da profissão de geólogo só foram fixa-das a partir de 1957, por influência da Campanha de Formação de Geólogos — CAGE. A divulgação dos estudos e pesquisas é dificultada pela precariedade de publicações especializadas adequadas, bem como pela dificuldade de controle da literatura existente. A BIGB é a única bibliografia brasileira sobre o assunto, apresentando um arranjo pouco prático, e um critério de inclusão subjetivo, que ultrapassa a área que deveria abranger. O método utilizado objetivou solucionar os pro-blemas causados pelo arranjo, tendo sido incluídos apenas os trabalhos publicados cm seriados. A análise da literatura, incluindo 1836 trabalhos e 285 seriados, feita através de tabelas e gráficos, Dissertação apresentada ao Instituto Brasileiro de Bibliografia e Documentação/Universidade Federal do Rio de Janeiro para obtenção do grau de Mestre em Biblioteconomia e Documentação, em 20-12-1972. Orientador: Professor Dr. Tefko Saracevic, Case Western Reserve University, Cleveland, Ohio evidenciou uma distribuição tipo Zipf, levando, entre outras, às seguintes conclusões: a Geologia, no Brasil, é um campo em latente desenvolvimento; não há um conjunto de seriados constituindo um núcleo expressivo, nem dispersão da literatura — mas um esforço pouco rentável quanto à inclusão, na BIGB, de seriados de baixa, produção e de seriados estrangeiros já incluídos cm outras bibliografias. A criação de um banco de periódicos é sugerida, como solução à parte dos problemas demonstrados.pt_BR
dc.description.abstract[en] Bibliometrics - the group of laws that have greatly contributed to build the theoretical foundations of Information Science — indicates the quantitative treatment of the properties and behavior of recorded knowledge. Among these laws, that are specific relevance — related manifestations, are those con-cerned with studies on the scattering of literature, as Bradford's and Zipf's, applied to the present study of the Brazilian Geológical literature, based on the Bibliografia e Índice da Geologia no Brasil, 1960-1965 (BIGB). Considering the relationships between Science and literature, it has to be pointed out that in spite of the pioneer studies of the 18th century, the educa-tional bases of Geology as well as the laws establishing the geologist as a professional date from 1957, greatly due to the work developed by the "Campanha de Formação de Geólogos" — CAGE. The dissemination of researches and studies is greatly- damaged by the shortage and lack of regularity of serials, as well as by the difficulties of literature control. The BIGB is the only Brazilian index covering the subject; its arrangement is not a practical one, and its subject inclusion criterium is not well defined: documents included dcal with several items non-pertinent to the field. Procedure used had to cope with problems brought up by the index arrangement; only serial publica-tions were included. Thc literature analysis, including 1836 papers pub-lished in 285 serials was done through the tables and graphs drawn. The literature distribution is a typical Zipf one. Among others, the following conclusions were derived: there is no significant core nucleus of serials, as Geology is a latent developing field in Brazil; a great amount of effort — non-benefit effort — is spent with the gathering of low producing serials as well as with the in-dexing of already indexed foreign serials. It is suggested the creation of a bank of periodicals.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Sonia Burnier (sdesouza@ibict.br) on 2012-07-30T17:20:41Z No. of bitstreams: 1 LauraCI1973.pdf: 371480 bytes, checksum: d6130a7154feda7e17d411923c6ed0f6 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2012-07-30T17:20:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 LauraCI1973.pdf: 371480 bytes, checksum: d6130a7154feda7e17d411923c6ed0f6 (MD5) Previous issue date: 1973en
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherIBBDpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectBibliometriapt_BR
dc.subjectLiteratura geológicapt_BR
dc.subjectBibliografiapt_BR
dc.titleDistribuição da literatura geológica brasileira: estudo bibliométricopt_BR
dc.typeArtigopt_BR
Appears in Collections:Artigos em Revistas publicadas no Brasil (IBBD)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LauraCI1973.pdf362,77 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright