Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/331
Tipo: Artigo
Título: Mídia da sociedade civil, direitos à comunicação e a transição para o digital no Brasil: estabelecendo uma estrutura analítica para uma perspectiva comparada internacional
Autor(es): Cabral Filho, Adilson Vaz
Cabral, Eula Dantas Taveira
Abstract: Muitos países estão migrando para a transmissão digital de rádio e TV e as mídias da sociedade civil (MSC), tais como rádios e TVs comunitárias, estão se defrontando com um novo ambiente. A transmissão de TV e rádio digital está oferecendo novas possibilidades para iniciativas de difusão baseadas nas pessoas / nas comunidades no Brasil? Quais incrementos estão sendo feitos por ativistas nas comunidades e demais grupos a fim de aumentar a apropriação social da transmissão digital? Qual é o papel do Estado brasileiro na disposição de empoderar pessoas para conduzir tais iniciativas na programação, produção, gestão de emissoras e na participação política? Como o Estado brasileiro ou outros atores lidam com o financiamento ou outros tipos de apoio a estas iniciativas? A proposta deste trabalho é estabelecer um quadro no qual o caso brasileiro possa ser explicado detalhadamente, podendo ser útil para perspectivas internacionais comparadas sobre como essas mudanças podem ser entendidas como oportunidades para melhorar e (re)estabelecer iniciativas comunitárias de transmissão midiática, considerando os novos desafios a partir da digitalização de rádio e TV. Este artigo é baseado em pesquisa bibliográfica e documental, relacionada a áreas como a política de comunicação do país, os militantes de organizações sociais e movimentos de comunicação e as propostas das rádios e TVs comunitárias no Brasil, relacionados com a sua manutenção com a transição para TV digital no Brasil e eventual adoção do rádio digital no país.
[en] Many countries are switching broadcast transmission to digital and broadcast-based civil society media (CSM), such as community radio and community TV, face a new environment. Are digital TV and radio transmission offering new possibilities for grassroots/people-based broadcast initiatives in Brazil? Which kind of improvements are being made by grassroots and other actors in order to increase social appropriation of digital broadcast transmission? What role does the brazilian State play regarding people´s empowerment to carry these initiatives in programming, producing, station management and policy participation? How do the brazilian State or other players deal with funding and other kind of support for these initiatives? The proposal of this paper is to establish a framework in which the brazilian case can be explained and that it can be useful for an international comparative perspective on how these changes can be understood as opportunities to enhance and (re-)establish grassroots broadcastings considering the new challenges based on the TV and radio digitalization. The paper is based on bibliographic and documental research, related to areas like communication policy in the country, social organizations activists and movements on communication and the proposals of community radio and TVs initiatives in Brazil, related to their maintenance with the TV digital switchover in Brazil and the possible adoption of digital radio in the country.
[sp] Muchos países están pasando transmisión broadcast a digital y los medios de comunicación de la sociedad civil, como radios y TVs comunitarias, se enfrentan a un nuevo ambiente. ¿Estan las transmisiones de TV y radio digitales a ofrecer nuevas posibilidades para iniciativas de difusión basada en las personas en Brasil? ¿Qué tipo de mejoras se hacen populares a fin de aumentar la apropiación social de transmisión de televisión digital? ¿Qué papel el Estado brasileño desempeña en relación con la potenciación de las personas para llevar estas iniciativas en la programación, producción, participación política y gestión de la emissora? ¿Cómo el Estado brasileño y otros actores trabajan com fondos o otro tipo de apoyo a estas iniciativas? La propuesta de este trabajo es establecer un marco en el que se explica el caso brasileño y que puede ser útil para una perspectiva comparativa internacional sobre cómo se pueden entender estos cambios como oportunidades para mejorar y establecer emisión de base, teniendo en cuenta los nuevos desafíos basados en la digitalización de la televisión y la radio. El paper se basa en investigación bibliográfica y documental, relacionadas con áreas como la política de comunicación en el país, los activistas de organizaciones sociales y movimientos de comunicación y las propuestas de la radio comunitaria y las iniciativas de televisores en Brasil, para su mantenimiento con la transición de TV digital en Brasil y la posible adopción de radio digital en el país.
Palavras-chave: Políticas de comunicação
Mídia da sociedade civil
Direito humano à comunicação
Digitalização do rádio
Digitalização da tv
Editor: Unb
Citação: Revista Brasileira de Políticas da Comunicação, n.1, 2011
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/123456789/331
Data do documento: 2011
Aparece nas coleções:Artigos em Revistas publicadas no Brasil

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EulaRBPC2011.pdf1,81 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.