Please use this identifier to cite or link to this item: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/288
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorGranato, Marcus-
dc.creatorSantos, Claudia Penha dos Santos-
dc.creatorBrasil, Zenilda Ferreira-
dc.creatorLoureiro, Maria Lucia de Niemayer Matheus-
dc.creatorSouza, Rosali Fernandez de-
dc.date.accessioned2012-07-04T16:28:33Z-
dc.date.available2012-07-04T16:28:33Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.citationIn: Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, 11.: 2010, Rio de Janeiro. Anais do XI ENANCIB. Rio de Janeiro : Ibict ; UFRJ, 2010.pt_BR
dc.identifier.issn2177-3688-
dc.identifier.urihttp://ridi.ibict.br/handle/123456789/288-
dc.description.abstractA preservação do patrimônio cultural relacionado à ciência e tecnologia é um grande desafio para a sociedade nos dias atuais. Esse patrimônio, disperso em uma diversidade de instituições - desde universidades até escolas e laboratórios de pesquisa –, não é protegido pela legislação patrimonial e sua preservação, baseada essencialmente nos museus, necessita gradualmente mudar para uma preservação in situ, sustentada por redes e parcerias em escala nacional e internacional. O Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) e o Museu de Ciências da Universidade de Lisboa (MCUL) verificaram que existem poucos materiais de referência para o assunto, tanto em português como em outros idiomas. A partir de 2006, e inspirados em experiências similares na França e na Itália, essas instituições estão envolvidas na produção de um thesaurus de acervos científicos em português. Desde o início, uma rede de instituições trabalha nessa tarefa. Além do MAST e do MCUL, as seguintes instituições estão envolvidas: no Brasil, o Colégio Pedro II, o Museu da Escola Politécnica (UFRJ), o Museu Dinâmico de Ciência e Tecnologia (UFJF/Juiz de Fora), o Centro de Memória da Farmácia (UFOP/Ouro Preto), o Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas (UFOP/Ouro Preto), o Museu da Farmácia Lucas Marques do Amaral (UFJF/Juiz de Fora) e, em Portugal, o Museu de Ciência (Coimbra), o Museu de Ciência (Porto), o Museu da Faculdade de Engenharia (Porto), Museu de Física do Instituto Superior de Engenharia (Lisboa), o Museu do Instituto de Engenharia (Porto). O Thesaurus será uma ferramenta importante de controle terminológico e de acesso para museus e outras instituições com acervos científicos. Incluirá um glossário ilustrado e estará acessível, de forma universal, a partir de 2011, em suporte papel, em DVD e online. Neste trabalho, apresentaremos os desenvolvimentos recentes alcançados no projeto e discutiremos a metodologia utilizada e os primeiros resultados.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Sonia Burnier (sdesouza@ibict.br) on 2012-07-04T16:28:32Z No. of bitstreams: 1 RosaliEnancib2010.pdf: 633654 bytes, checksum: c09d2ffa3280814c53262e00e5119ff2 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2012-07-04T16:28:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 RosaliEnancib2010.pdf: 633654 bytes, checksum: c09d2ffa3280814c53262e00e5119ff2 (MD5) Previous issue date: 2010en
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherAncib ; Ibictpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAcervos científicospt_BR
dc.subjectPatrimôniopt_BR
dc.subjectThesauruspt_BR
dc.subjectControle terminológicopt_BR
dc.titleThesaurus de acervos científicos em língua portuguesa: concepção e resultados preliminarespt_BR
dc.typeTrabalho apresentado em eventopt_BR
Appears in Collections:Trabalhos apresentados em Congresso no Brasil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RosaliEnancib2010.pdf618,8 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright